15/05/08

"AMOR, SUBLIME AMOR"!

Amor, sublime amor.
Como uma flor de lótus que teimosamente desfralda
a lama e exibe, depois de muito custo, sua radiante
beleza e um surpreendente perfume. Acredita, ó alma
vacilante, do fundo das aparentes torpezas de sua
personalidade cansada, dos tormentos e desvarios do
sofrimento, existe uma consciência.

De início, um pequeno ponto perdido e bruxuleante;
mas, alimente, cultive e surpresa! Com uma rapidez
e fulgor surpreendentes, a flor da virtude desabrocha
e justifica a razão de viver!

Abençoada sabedoria divina. Em suas preces o homem
estende suas mãos ao céu e pede ajuda para suas
dores. E Deus responde, sábio e consolador:

"Trabalha,meu filho.
Ama e compreende. Planta a semente que
dará os frutos da saciedade aí mesmo, no fundo de
tua alma." A resposta que pedis para o lenimento de
tuas dores está no perfeito bálsamo da instrospecção.

O perfume de suas virtudes, alegrando as almas que o
reterão em suas narinas é a fonte das suas próprias
alegrias. Felicidade só existe quando se usufrui coletivamente dos frutos da solidariedade.

Que a paz de Deus fulgure de cada um de nós,
centelhas do eterno,
Cora Coralina".
(P.H.F.)

4 comentários:

marcia rocha disse...

DICA DO DIA:
Miga coloque este código antes center entre os sinais de menor e de maior fechando amiga, aqui deu critica ao codigo.
para as suas gifs nas laterais ficarem bem centralizadas:)> BJOS E BOA SEMANINHA.

ioio disse...

Olá amiga Rosane.Amei seu blog é lindo.Estou levando seu link e oferecendo meu award e o presente do lovedoclik.Tenha boa sorte com esse blog.Bjuss..ioio

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi. Peguei seu endereço lá no Love do Clik e vim fazer uma visitinha.
Adorei o seu blog! Belas mensagens. E já to linkando você.

Beijos mil! :-)

Josemar Pires Ribeiro -andante disse...

Oi Ro..
pra vc postar um mini poema.
bjs
O TREM
Maquinista, me deixa pongar nesse trem
me leva pra terras distante
me leva pra Rosa
me leva desta terra sem sabor
amarga como o fel
toca esta buzina/
me leva pra minha sina
andante.