19/02/08

ARREPENDIMENTO..(Enviado por um amigo querido, o qual agradeço).

Muitas vezes, você põe as mãos na cabeça
e se entrega a uma conversa consigo mesmo,
na qual se recrimina e se arrepende de atitudes
e reações que agora,
sente que não deveria ter tomado ou permitido.
Por que esse arrependimento?
Por que esse sentimento de vergonha?
Você já penetrou mais fundo no íntimo

para descobrir a causa que lhe provoca essa reação?
Se não o fez, faça-o agora.
Poderá descobrir que o seu arrependimento

ou vergonha não é propriamente pelo erro em si,
pelo mal que tenha provocado,
mas pelo ridículo que julga haver causado.
O medo do ridículo, o amor próprio,

preocupação com as aparências,
é quase sempre a causa desse estado depressivo.
Se você descobrir isso em si,

desfaça-se dessa carga inútil.
Pense em agir sempre com amor:

uma atitude de receptividade com tudo e com todos.
Quando compreender o sentido da vida,

não se entregará a esse estado negativo de autocondenação,
porque só fará e dirá o que sentir;
não temerá críticas nem terá nunca
do que se envergonhar ou arrepender.
E se num momento de invigilância

cometer um ato que não corresponda
ao que você pretende ser,
não se arrependerá nem martirizará,
reconhecendo que ainda é vulnerável.
Isso lhe dará coragem para perdoar-se a si mesmo

e assumir o compromisso de ser mais vigilante.
O mundo não lhe atirará pedras

quando você caminhar sereno pela sua passarela,
sem se preocupar com o público,
mas apenas com a sua
apresentação, a sua maneira despretensiosa de caminhar,

não olvidando que o que todos esperam é compreensão.

Cenyra Pinto

4 comentários:

Anônimo disse...

Olá miguinha,Ro,
Boa tarde!!!O que há contigo?
ANIMO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Estamos sempre vc , torcendo e vibrando pra que estejes bem...não permita que nada mais te afete!
Mostre sua força e de volta por cima, pois DEUS estará sempre contigo! Hoje e sempre te abençoando muito!!!
Bjsss com muito carinho YU

Anônimo disse...

Sinto que meu coração chora a cada instante sem sua presença…
Tento me aproximar, mas não consigo fazer com que me sintas perto de ti…
Assim torna-se impossível o sorriso despontar…
Beijos.

Rosa dos Ventos disse...

Somente ofereço lhe muita paz e força nesse momento que está passando!


beijos,

Anônimo disse...

Por que nao:)