25/03/08

EU APRENDI...

Que a melhor sala de aula do mundo
está aos pés de uma pessoa mais velha;
que ser gentil é mais importante do que estar certo;
Que eu sempre posso fazer uma prece por alguém
quando não tenho a força para ajudá-lo
de alguma outra maneira;
Que não importa quanta seriedade a vida exija de você,
cada um de nós precisa de um amigo brincalhão
para se divertir junto;
Aprendi...
Que algumas vezes tudo o que precisamos

é de uma mão para segurar
e um coração para nos entender;
Que deveríamos ser gratos a Deus
por não nos dar tudo que lhe pedimos;
que dinheiro não compra "classe";
Que são os pequenos acontecimentos diários
que tornam a Vida espetacular;
Aprendi...
Que debaixo da "casca grossa"

existe uma pessoa;
Que deseja ser apreciada,
compreendida e amada;
Que Deus não fez tudo num só dia;
o que me faz pensar que eu possa?
Que ignorar os fatos não os altera;
Que o Amor, e não o Tempo,
é que cura todas as feridas;
que cada pessoa que a gente conhece
deve ser saudada com um sorriso;
Aprendi...
Que ninguém é perfeito

até que você se apaixone
por essa pessoa;
Que a Vida é dura, mas eu sou mais ainda;
Que as oportunidades nunca são perdidas;
Alguém vai aproveitar as que você perdeu.
Que quando o ancoradouro se torna amargo
a felicidade vai aportar em outro lugar;
Aprendi...
Que devemos sempre ter palavras doces e gentis

pois amanhã talvez tenhamos que engolí-las;
Que um sorriso é a maneira mais barata
de melhorar sua aparência;
Que todos querem viver no topo da montanha,
mas toda felicidade e crescimento ocorre
quando você está escalando-a;
Aprendi...
Que quanto menos tempo tenho,

mais coisas consigo.
Que tentando esquecer um Amor;
Cada vez mais nos lembramos dele.

(d.a.)


3 comentários:

Sonia Regly disse...

Belo Post!!! Linda reflexão!!! Nos leva realmente a pensarmos.
Beijinhos.
Sonia.

Anônimo disse...

Só um pequeno sorriso seu...

Me envolve
e as pessoas que...
Tem carinho por você...
num "redemoinho" de amor, luz e esperança..
Beijos menina linda.

Sonia Regly disse...

Coloquei um novo Post , uma linda história de amor entre um filósofo e uma dançarina que durou 60 anos. Apareça por lá, seu comentário muito me alegra.