20/01/08

VAZIO


No silêncio das palavras
o vazio,
letras esmaecidas cores frias,
nada a dizer
nada a perguntar ou a responder
Alguma coisa no caminho se perdeu,
entre o céu e a terra se desvaneceu.
Não há lamento,
não há dor,
há somente um tudo,
preenchido de tanto nada...

Tahyane Rangel-

Nenhum comentário: